China aumenta importações de soja do Brasil em abril

27/05/2020

China aumenta importações de soja do Brasil em abril

As importações de soja brasileira vem ganhando espaço no mercado chinês com a gradual normalização da rotina na China e a consequente reabertura dos mercados pós-COVID-19 naquele país.

A China é o maior comprador de soja no mundo. O volume do grão importado do Brasil em abril foi quase o triplo do verificado em março. Na comparação do mês com o mesmo período do ano passado, a importação chinesa teve um aumento de 2,6%, segundo dados da Administração Geral de Alfândegas.

Somente no Brasil, os chineses importaram quase 6 milhões de toneladas no mês passado. Para especialistas, é um número expressivo e com previsões otimistas: os desembarques de soja brasileira na China em maio, junho e julho deve alcançar 9 milhões de toneladas por mês, bem acima dos níveis normais.

A China tem pedido que importadores estatais e privados aumentem seus suprimentos de culturas incluindo soja em preparação para eventuais problemas na cadeia de suprimento global devido ao coronavírus. Por causa da COVID-19 houve atrasos nos embarques, causando a queda dos estoques de soja e farelo de soja da China a mínimas históricas. A escassez de oferta começou a ter alívio na segunda metade de abril, com a chegada de mais carregamentos do Brasil.

Leia a reportagem na íntegra na página do G1.

Fonte: Portal G1.