A FORÇA FEMININA DO AGRO NAS CIDADES DE VALPARAÍSO, PEDREGULHO E RIBEIRÃO BONITO

Os municípios de Valparaíso, Pedregulho e Ribeirão Bonito vivenciaram três momentos diferentes do projeto de empoderamento das mulheres produtoras rurais da Comissão Semeadoras do Agro, da Faesp. Cada uma recebeu um módulo de palestras e conteúdos voltados ao fortalecimento da presença feminina nas propriedades rurais.

O objetivo do projeto é fomentar a participação feminina como empreendedoras rurais, além de produtoras. A cada módulo, um grupo de especialistas se reúne com produtoras de uma região, em parceria com os Sindicatos Rurais e Prefeituras locais, levando conhecimentos necessários para alavancar ou iniciar os negócios geridos por mulheres do campo, com o apoio do Sebrae Delas e da Ong Orientavida.

Dia Internacional das Engenheiras: Mesmo minoria no setor, mulheres são referências para gerações futuras

A engenharia é uma das áreas das ciências exatas que mais contribuem para o desenvolvimento da sociedade, isso porque os profissionais da categoria são responsáveis pela manutenção de máquinas, estruturas, sistemas de dados, e até mesmo pelo trabalho realizado no campo. No entanto, a representatividade feminina ainda é muito pequena no setor.

De acordo com dados do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (CONFEA), as mulheres representam apenas 20% do total de engenheiros cadastrados nos 27 Conselhos Regionais de Engenharia e Agronomia (CREAs).

Climatempo convida: II EMSEA – Encontro Nacional de Mudanças Climáticas para o Setor de Energia e Agronegócio

Com a urgência global das mudanças climáticas se tornando cada vez mais evidente, os setores de energia e agronegócio estão na vanguarda das discussões sobre sustentabilidade e adaptação. À medida que o mundo se reúne para enfrentar os desafios impostos pelo aquecimento global, a segunda edição do Encontro Nacional de Mudanças Climáticas para o setor de Energia e Agronegócio (EMSEA) se destaca como um farol de esperança e inovação.

Pecuarista Carolina Brazil representa a visibilidade das mulheres à frente do agronegócio na região Norte

Por quase 18 anos, o rosto de Carolina Brazil entrou quase que diariamente nas casas das pessoas no estado de Rondônia, primeiro como repórter e depois como apresentadora de programas jornalísticos. Desde o ano passado, a jornalista e pecuarista assumiu outros desafios na carreira, e este ano acrescenta ao seu currículo representar os sete estados da região no 9º Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio (CNMA), que será realizado nos dias 23 e 24 de outubro, no Transamerica Expo Center, em São Paulo (SP). 

Grupo Uby Agro marca presença – dentro e fora da porteira – no 9º Congresso Nacional das Mulheres do Agro 

O Grupo Uby Agro – multinacional brasileira especialista em nutrição vegetal que atua com tecnologia própria nas principais culturas agrícolas do país – participará de 23 a 24 de outubro, em São Paulo, do 9º Congresso Nacional das Mulheres do Agro, apontado como um dos maiores eventos do gênero do mundo. Além de figurar na edição deste ano como patrocinadora pela primeira vez, a holding, que reúne a Ubyfol e a Vitales entre suas principais marcas, levará sua expertise e uma equipe de técnicos, consultores e especialistas. O objetivo é favorecer aproximações e interações com líderes, empreendedoras, acadêmicas, pesquisadoras, e demais porta-vozes e profissionais do agronegócio de todo Brasil.

Educação é a chave do futuro do Agro

*Letícia Jacintho, presidente da associação De Olho no Material Escolar

Como produtora rural, liderança do setor e diretamente envolvida com temas de Educação, estou muito entusiasmada com a oportunidade de participar do Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio 2024. Meu objetivo no palco desse evento cada vez mais expressivo e influente, e diante de um público tão qualificado, é compartilhar a importância da educação 360º para um agro melhor e para o País, os desafios estruturais do setor e prioridades na próxima década. Também tratarei do trabalho da De Olho no Material Escolar, associação da sociedade civil que presido desde sua criação, em 2021.

Mulheres no agro: conheça as ações do Sebrae para fortalecer o empreendedorismo feminino

Na última terça-feira, estreou no programa Giro do Boi o quadro semanal “A Protagonista”, voltado a dar voz e visibilidade às mulheres que lideram fazendas no Brasil. As mulheres já respondem por 20% das fazendas brasileiras, o que equivale a 9% das propriedades rurais, somando 30 milhões de hectares geridos por lideranças femininas. Assista ao vídeo abaixo e confira esta entrevista.

Expoingá completa 50 anos em 2024 

Com onze dias de intensa programação, muita diversão e entretenimento, a 50ª Expoingá atingiu as expectativas dos organizadores e expositores. A movimentação de público e financeira esteve dentro do esperado, segundo balanço apresentado pela Sociedade Rural de Maringá (SRM), realizadora do evento.   

Entre diversas atrações, a exposição promoveu a sexta edição do “Encontro de mulheres que fazem a diferença no agronegócio brasileiro”, que contou com a participação da gerente de Desenvolvimento e Novos Negócios do Transamerica Expo Center, Renata Camargo e ainda trouxe uma homenagem à presidente da SRM, Maria Iraclézia Araújo, que se tornou cidadã benemérita de Maringá.

Segurança alimentar, energética, ambiental e o potencial feminino em comunicar o agro brasileiro ao mundo serão os pilares do 9º CNMA

O tema do 9º Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio (CNMA), que ocorrerá nos dias 23 e 24 de outubro de 2024, será “Mulher Agro Brasileira: Voz Para o Mundo”. O objetivo é posicionar o evento como um mensageiro, utilizando a força feminina para expandir a visão global sobre o agro brasileiro e ajudar a criar uma percepção internacional justa do setor.

A temática foi pensada a partir da pesquisa “Percepção do Agronegócio Brasileiro na Europa” realizada em 2023 no Reino Unido, Alemanha, França e República Tcheca, e apresentada durante a 8ª edição do CNMA. O levantamento trouxe dados que expõem a necessidade do agronegócio se unir e comunicar de forma mais assertiva o trabalho realizado pelo setor no País.