CEO do Rabobank ressalta o papel das empresas no avanço da diversidade e da igualdade

22/05/2023

CEO do Rabobank ressalta o papel das empresas no avanço da diversidade e da igualdade

Com uma história centenária, a instituição possui diversas iniciativas internas e atualmente 48% dos colaboradores são mulheres

Há 125 anos o grupo Rabobank trabalha em conjunto com clientes e parceiros para cultivar uma influência positiva na sociedade e, hoje, é um financiador líder da indústria do agronegócio e produção de alimentos – e também um dos patrocinadores do CNMA 2023. 

A CEO do grupo, Fabiana Alves, conta que o agro nasceu com ela, pois, desde pequena, adorava ir para a fazenda com o avô. “Pude me formar em Engenharia Agronômica em Viçosa, trabalhar em propriedades e depois em diversas etapas da cadeia do agro. Cursar um MBA na Universidade da Califórnia me levou ao setor financeiro e, após 15 anos, à minha posição atual, de CEO do Rabobank Brasil e Head para Rabobank América do Sul”, compartilha. 

Como mulher em cargo de liderança, Fabiana diz que o CNMA é uma oportunidade essencial para todas as mulheres que desejam fazer parte das discussões mais relevantes para o futuro do agro. Além de ser um momento de troca de conhecimento, networking e inspiração para todas. 

Sob o olhar empresarial, ela reforça que as grandes empresas são influenciadoras de mudanças. Investir em pautas relevantes como esta não só deve ser parte da agenda e dos compromissos ESG, como também pode favorecer seus negócios e a formação de melhores profissionais para seu setor. 

Para a executiva, a parceria de anos com o Congresso, por exemplo, tem grande importância. “Tive o prazer de apoiar o Congresso desde a primeira edição e é muito gratificante ver o quanto já evoluímos e como ele foi fundamental para dar visibilidade à agenda de diversidade no agro, para promover o network feminino nacionalmente e fortalecer a igualdade de oportunidades.” 

O que é feito diariamente 
O Rabobank trata com muita seriedade o tema diversidade e busca cada dia mais avançar nessa jornada, promovendo a igualdade de oportunidades e a conscientização de todos os seus colaboradores, para que cada vez mais a mulher possa ocupar posições em cargos de liderança. Atualmente, 48% do quadro de colaboradores é composto por mulheres. 

“Recentemente lançamos dois novos programas internos, o de Mentoria Feminina, que tem o objetivo de compartilhar experiências e reforçar a rede de apoio feminina dentro do banco, e o Acolhendo Ciclos, que arrecada absorventes para combater a pobreza menstrual, distribuindo os produtos às mulheres em situação de vulnerabilidade social. Também realizamos encontros com lideranças femininas de outras empresas para a troca de experiências. Além destas iniciativas, temos algumas outras como o patrocínio do programa LIFT, que proporciona acesso a cursos de inglês para população negra”, exemplifica.  

Fabiana acredita que, em um mundo tão complexo, tomar decisões de mais qualidade, identificar novas oportunidades e se adaptar a mudanças é fundamental. Mulheres preparadas, competentes e determinadas agregam muito valor e são muito relevantes para o agro e outros setores lidarem com os paradoxos e desafios atuais.  

“É muito importante que as mulheres identifiquem quais são as frentes dentro do setor que elas gostariam de contribuir e se capacitem para que possam contribuir e mostrar sua relevância com cada vez mais consistência. Acredito que há um espaço enorme para que mais mulheres possam ocupar cada vez mais cargos de liderança em toda a cadeia produtiva do agro, trazendo mais conhecimento e valor agregado ao setor.”