Linha de joias da Rede UMA conquista mulheres do Agro

01/04/2021

Linha de joias da Rede UMA conquista mulheres do Agro

Grupo reforça apoio ao CNMA com sorteio de peças na edição de 2021

O estereótipo da mulher do campo, que vem sempre acompanhado de uma camisa xadrez, chapéu e bota ganhou mais um componente, quase que obrigatório: as semijoias inspiradas em elementos do campo, como pingentes em forma de grão de soja, botas e diminutos chapéus de cavaleiros.

Lançada pela Rede UMA, um grupo de mulheres protagonistas do segmento, que buscam fortalecer o setor feminino agropecuário brasileiro, a coleção “Joias do Agro” traz peças produzidas em metal nobre com acabamento polido e banhado a ouro 18k, com acabamentos que podem envolver pérolas ou strass.

“A ideia surgiu da constatação de que as Mulheres do Agro, antes de qualquer coisa, são seres femininos. Por isso, decidimos atuar no segmento mais diretamente ligado às particularidades femininas e começamos pelas semijoias. A Coleção ‘Joias do Agro’ é uma atividade empreendedora da gestão da UMA, que visa gerar sustentabilidade para as atividades de suporte da Rede, como equipes técnicas, custos com redes sociais e postagens, por exemplo”, explica a agricultora Cristiane Steinmetz, líder da Rede UMA.

A linha, que foi pensada para as mulheres do agro, comercializou 5 mil unidades em apenas dois meses, efetuando vendas para todo o Brasil e também para o exterior. “Com todo esse sucesso já temos planos de lançar, em breve, nosso E-commerce, visando, assim, a expansão das vendas”, destaca.

“Entendemos a importância dessa iniciativa, pois elevamos a autoestima e a autoafirmação da Mulher do Agro, que trabalha em ambientes majoritariamente masculinos, muitas vezes rústicos e expostos a intempéries. O ser feminino gosta de estar com boa aparência e a Mulher do Agro não é diferente”, ressalta a agricultora.

Sorteio de peças no CNMA 2021

Parceira do Congresso desde 2019, a Rede UMA reforça seu apoio ao evento, por meio de um sorteio, que será promovido em um dia do evento, de uma peça especial que, segundo Cristiane, ainda é surpresa, mas seguirá homenageando as diversas culturas e atividades do Agronegócio.

“O CNMA é um marco na construção da força produtiva da Mulher do Agro, dentro e fora do Brasil. Se depender de nós, seremos sempre parceiras”, finaliza Steinmetz.

A 6ª edição do CNMA será realizada entre os dias 25 e 27 de outubro, em formato on-line.

Para mais informações sobre a coleção acesse: https://umaportodas.com.br/